Notícias
“Descriminalizar o aborto liberaria carnificina”, diz José Serra


27/09/2010 - Jornal Em Defesa da Vida

06 de junho - O candidato à Presidência, José Serra, deu entrevista ao jornal Estadão. A matéria foi republicada pelo jornal católico Em Defesa da Vida. Abaixo, segue a matéria:

“Descriminalizar o aborto liberaria carnificina”, diz José Serra

O candidato à Presidência pelo PSDB, José Serra, posicionou-se contra a descriminalização do aborto. Para o tucano, a liberação promoveria uma “carnificina” no País. “Considero o aborto uma coisa terrível. Num país como o nosso, hoje, nas condições atuais, isso liberaria coisas para uma verdadeira carnificina”, afirmou ontem, em sabatina promovida pelo jornal Folha de São Paulo e pelo portal UOL.

A legislação atual só permite o aborto em casos de estupro ou de risco de vida para a mãe. Para Serra, a legalização do aborto prejudicaria programas de prevenção à gravidez indesejada.
“Dificultaria o trabalho de prevenção, como no caso da gravidez na adolescência, que é um assunto muito grave. Isso liberaria, vai (ter) gravidez para todo lado porque (a mulher) vai para o SUS e faz o aborto. Viraria um processo. O País não está preparado para isso”, disse.

Serra colocou-se contra a descriminalização das drogas, contra a redução da maioridade penal e contra a pena de morte. Ele se disse a favor de cotas sociais no ensino superior, no lugar das cotas raciais.


Outras Notícias: